Governador Requião envia força-tarefa para ajudar no socorro às vítimas de SC

O governador Roberto Requião determinou neste domingo (23) o envio de uma força tarefa formada por 139 soldados da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Ambiental, Companhia de Choque e Defesa Civil, para ajudar no socorro as vítimas das fortes chuvas que castigam Santa Catarina nos últimos dias. Onze pessoas morreram e já são contabilizados 7.556 desabrigados, a maioria em Blumenau. A cidade está totalmente isolada, por causa do aumento do volume de água do rio Itajaí-açu. O rio está com 9 metros acima de seu nível normal.

O pedido formal de ajuda foi feito pelo próprio governador de Santa Catarina , Luiz Henrique da Silveira. O governador Requião ordenou que a Coordenação Estadual de Defesa Civil constituísse a força tarefa para prestar auxílios nas operações de resgate e auxílio á população catarinense atingida.

A força tarefa deixou o Quartel General, na Nunes Machado, em Curitiba, por volta das 15 horas em direção as cidades catarinenses mais atingidas pelas fortes chuvas, com barcos, viaturas e equipamentos de resgate. Em Santa Catarina, a força vai se integrar a grande operação montada pelo governo catarinense no resgate e atendimento aos desabrigados. A mando do governador, o Paraná está disponibilizando ainda de cestas básicas, kits de roupas, cobertores e lonas plásticas.

Cidade isolada – O município mais afetado, pelas informações obtidas junto a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Santa Catarina, é o de Blumenau que registrou 5 vítimas fatais (no Estado são 11 vítimas fatais) e que está completamente isolado devido a quedas de barreiras sendo acessível somente por via aérea. Entretanto, devido às condições climáticas, até mesmo as operações com aeronaves estão interrompidas.

Ao todo, 30 municípios catarinenses foram afetados pelas chuvas. Além de Blumenau, a situação é critica em Joinville, com 1,5 mil desalojados e 300 desabrigados. Em Brusque, por causa do deslizamento de terra e alagamento, cerca de 100 moradias foram interditadas pela Defesa Civil.

O coronel Washington Rosa, secretário chefe da Casa Militar, revelou que a força tarefa do Paraná tem a missão de socorrer os municípios catarinenses mais atingidos pelas chuvas, como Blumenau, Joinville, Brusque, Gaspar, Garuva, São Francisco e Itapoá. “O Paraná também foi atingido pela chuva, mas aqui a situação está caminhando para a normalidade. Assim, o governador Requião determinou que não medíssemos esforços para socorrer os nossos irmãos catarinenses, neste momento de dificuldade”, afirmou.

Situação no Paraná – Segundo ele, foram registrados 45 pontos de alagamentos em Paranaguá e em praticamente todo o Balneário de Pontal do Sul e Guaratuba. A Defesa Civil estima em 200 o número de desabrigados no litoral do Paraná. Foram registradas 41 quedas de árvores e 3 desabamentos de residências. “A cidade de Paranaguá está sem água tratada, mas o abastecimento deve retornar às 17 horas”, revelou.

As atenções do coronel Washington também estão voltadas para as rodovias no Sul do Estado, onde foram registradas várias quedas de barreiras. Em Guaratuba, no KM 684 da BR 376, houve queda de barreira, com soterramento total de um estabelecimento comercial – provavelmente uma vítima fatal. 28 bombeiros do Paraná e Santa Catarina trabalham no local. A rodovia neste trecho encontra-se parcialmente interditada.

A BR 376 sentido Sul (Paraná a Santa Catarina) está parcialmente obstruída nos Km 140 (próximo a Itajaí) e 235 (Palhoça). De acordo com Ricardo Hary, da Policia Rodoviária Federal, existem 6 pontos de deslizamentos de terra na pista. Ele pede que as pessoas não viajem pela BR-376 até que a situação seja normalizada, porque começa a faltar água e comida nos restaurantes, bares e lojas de conveniência a margem da rodovia. O caminho alternativo para Florianópolis e Joinville é a BR-116, via Lajes, que aumenta o percurso em mais de 190 quilometros.

A empresa concessionária do pedágio naquela rodovia informou que o trafego será restabelecido apenas na segunda-feira (24).

RECURSOS AGRUPADOS PELA DEFESA CIVIL PARA ATENDIMENTO AOS ATINGIDOS PELAS CHUVAS
NO LITORAL DO PARANÁ E SANTA CATARINA

RECURSOS DISPONIBILIZADOS
ÓRGÃO PESSOAS VIATURAS BARCOS AERONAVES
CCB 102 04 08 —
IAP — — 02 —
CIA P CHQ 17 04 01 —
BPAMB FV 10 05 04 —
CASA MILITAR 10 03 — 02
TOTAL 139 16 15 02

OBS:
1) Equipe do canil da Cia P Choque está levando um cão treinado na busca de pessoas;
2) Da equipe do CCB 40 integrantes são do Curso de Formação de Salva Vidas e estarão disponíveis somente à noite.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: